Atenção Atenção: Eu estou apto a reescrever os arquivos de configuração: /home/imagoeditora/public_html/includes/configure.php. Este é um risco de segurança - por favor, configure permissão de usuários para esse arquivo.
quarta, 29 junho de 2022

A FACE OCULTA DO PONTIFICADO DE JOÃO PAULO II

Cornwell, John

364 páginas

R$ 80,00

Sinopse


John Cornwell, um dos principais especialistas mundiais sobre o Vaticano, conta a história do papado de João Paulo II em severo contraste com a sua crescente reputação como o maior Papa na história moderna.


Embora aceitando que João Paulo fez do mundo um melhor e mais seguro lugar ao contribuir para a queda do comunismo na Polônia, Cornwell, argumenta que o Papa não ajudou sua Igreja quando afastou dela milhões de crentes, perseguiu dissidente, omitiu-se na condução e solução da crise da pedofilia sacerdotal e condenou milhões de católicos ao risco de adquirirem o vírus da AIDS. No meio de tudo isso, encorajou o culto de sua própria personalidade e a perpetuação de sua agenda para além de sua morte.
Sua recusa em abdicar a despeito de sua doença e da idade resultou,
segundo Cornwell, num papado de fumaça e de espelhos. A Igreja que conta com um efeito de um bilhão de adeptos foi efetivamente governada durante dois anos pelo seu secretário polonês e um punhado de cardeais reacionários. Por consequência, tivemos um papado em que um Papa prefere heresias, príncipes da Igreja ensinam que a camisinha não funciona, prelados responsáveis, segundo se afirma, por uma série de atos de pedofilia são homenageados, e o Presidente dos Estados Unidos usa o pontífice como elemento de propaganda eleitoral. E tudo isso num dos mais perigosos e agitados períodos da história da Igreja: os ataques de 11 de setembro, a questão da pedofilia nos Estados Unidos, a guerra ao terrorismo e a crise da AIDS na África.

Embora reconhecendo a reputação de João Paulo II como um homem devoto e corajoso, Cornwell insiste em que seu papado foi profundamente falho. Uma explicação crucial para este Papa contraditório, argumenta Cornwell, veio à tona no ano do Jubileu, 2000, quando João Paulo recorreu à paranormalidade religiosa, à profecia milenar e a formas de realismo sobrenatural para explicar sua própria vida e acontecimentos no mundo. Essa visão da história, sustenta Cornwell, abala os alicerces da responsabilidade humana em comunidade, contradizendo o poder de solidariedade que desafiou a União Soviética.



Clientes que compraram esse produto também compram...

Encontre o livro que você está procurando:

Copyright © Imago Editora Ltda. | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: www.sv.com.br