sábado, 21 outubro de 2017

A VIDA DE UM ALEMÃO - A HISTÓRIA DO FILHO DE UM HERÓI DE GUERRA

Wollschlaeger, Bernd

216 páginas

R$ 50,00

Sinopse


Quando meus filhos começaram a fazer perguntas sobre minha família e minha criação. Queria que eles entendessem o que mudou minha vida de forma tão dramática; queria dar-lhes a sensação de conhecerem a historia de sua família de uma forma diferente da minha própria experiência.

Abrindo-me com eles dessa maneira faria com que eu explorasse o relacionamento entre mim e meu pai, e de forma esse relacionamento foi ofuscado pelo Holocausto e por tudo o que se relacionava a ele. O conflito não resolvido entre mim e meu pai, aliado à sua total negativa de ter feito algo errado, levou-me a procurar pelas respostas. E as encontrei na nova fé que abracei. E aprendi que, apesar de todas as dificuldades, uma mudança permanente é de fato possível.

Meu pai foi um comandante de tanque alemão na Segunda Guerra Mundial, altamente condecorado, tendo lutado na Polônia, na França e na Rússia. Após sofrer vários ferimentos em combate, foi agraciado com a Cruz de Ferro, que lhe foi entregue pessoalmente por Adolf Hitler.

Quando a guerra terminou com a derrota alemã, a vida de meu pai mudou drasticamente e, na verdade, ela sofreu uma paralisação. Ele foi aprisionado pelas forças aliadas vitoriosas e, depois de dar baixa do serviço militar, tentou juntar os cacos de sua vida e prover o sustento de sua família.

Minha mãe era refugiada da região dos Sudetos, uma área povoada por alemães. Depois do fim da guerra, como milhares de outros alemães, ela foi forçada a deixar sua casa com seus pais. Tendo perdido todos os pertences, seus pais nunca se recuperaram financeiramente dessa experiência traumática e morreram na penúria.

Eu nasci em 1958, o segundo filho de meus pais e primeiro menino. Para eles, a maior prioridade da vida era minha instrução e educação, e meu pai, em especial, tentou instilar em mim o que ele considerava ser o correto conjunto de crenças e valores alemães. Ainda criança, descobri que meus pais escondiam seu passado em uma tentativa de me proteger dos efeitos que a Guerra exercia sobre nossas vidas.

Havia uma óbvia discrepância entre as descrições de meu pai acerca de suas proezas no tempo da guerra e o resultado devastador que ela teve em sua vida pessoal e na vida de todos que nos rodeavam.

As primeiras tentativas na Alemanha de tratar do Holocausto provocaram um grande racha em nossa família. Meu pai se recusava a entrar em qualquer discussão sobre o tema, a despeito de minha natureza inquisitiva e de um número crescente de perguntas que iam surgindo. Movido por minha curiosidade e meu interesse em descobrir a verdade a respeito do passado de meu pai e do Holocausto e o judaísmo através da literatura, de uma série de encontros pessoais com judeus com quem tive a oportunidade de conversar e, por fim, de uma viagem a Israel.

Essas experiências me afetaram e me tocaram de muitas maneiras e resultaram em uma viagem espiritual que culminou com minha conversão ao judaísmo e minha imigração para Israel. Minha decisão de converter-me evoluiu durante um período de sete anos e provocou uma tensão crescente no meu relacionamento com meus pais. A tensão era especialmente evidente entre mim e meu pai. Durante esses sete anos, nossas relações foram se deteriorando gradativamente, a ponto de quase não haver mais comunicação entre nós e, por fim, na prática, romperam-se. Imediatamente após minha conversão à fé judaica, emigrei para Israel sem avisar meus pais. Seis meses depois de eu deixar a Alemanha, ele morreu; isto me afetou profundamente e por muitos anos eu reprimi meus sentimentos por ele. Minha mãe sucumbiu à demência senil anos mais tarde.
Sentindo-me encurralado entre família e fé, decidi separar-me da família e abandonar meu lar e minha terra. Vinte anos depois, voltei à Alemanha para enterrar minha irmã e finalmente decidi visitar o túmulo de meus pais, à beira do qual, em um diálogo silencioso, recordei os eventos os quais me levaram à decisão que mudou minha vida. Descubro que ainda amo e respeito meus pais e que precisava fazer algumas revisões. Como judeu comprometido com minha crença e minha fé, não me arrependo de minha vida, mas desejava uma oportunidade para finalmente explicar minha decisão. Este livro é esta oportunidade.



Encontre o livro que você está procurando:

Copyright © Imago Editora Ltda. | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: www.sv.com.br